Lua Cheia Escorpião-Touro Nov 20

Breves notas: Lua Cheia, Eixo Escorpião/Touro

Esta lunação tem a particularidade de a Lua estar no seu perigeu ao mesmo tempo conjunta grau por grau com Úrano e a Terra no signo de Touro!

A oposição do Sol a Úrano/Lua dá-nos uma sensação de que nos estão a tirar a liberdade por uma falta de confiança na capacidade de transformação e regeneração da nossa identidade! Nesse sentido, o processo de cura não é efetuado, as atitudes baseadas no medo e no fechamento em si mesmo, em vez de confrontar os problemas, torna-nos cada vez mais vulneráveis e dependentes, colocando-nos na posição de vítima que se vai defendendo até onde pode!

Lutar como se o jogo estivesse perdido e fosse algo de exterior a nós, é não nos vermos a nós próprios nem às nossas capacidades de regeneração. É por não nos responsabilizarmos que ficamos à mercê do exterior e da sociedade, e na maior parte das vezes não assumimos que o nosso estilo de vida tem contribuído para atrair o que se está a passar no mundo atual. A situação só piora, porque as reais mudanças e transformações no indivíduo e no tecido social não estão a ser feitas. Tal como na história oriental a peste tinha dito ao interlocutor que só levaria 10000 pessoas com ela e quando este retorqui porque é que morreram 100000, a peste simplesmente respondeu que os restantes desfaleceram de pânico! Assim é nas nossas vidas, quando tememos por demasiado conservadorismo ou por resistência à mudança, a vida e o destino preparam a encruzilhada à qual não nos podemos furtar!

A pergunta da consciência é: quem quereis servir, uma sociedade que segue o deus da ciência e dos números com muito pouca inteligência emocional, ou fortalecer o deus interno que há em cada um de nós, aquele que estimula em nós a vida e cria a imunidade natural nas nossas células.

Estas questões são radicais, mas o mapa do céu também o é! Os processos de morte e regeneração de Escorpião são fulcrais para que haja o ressurgimento de uma nova vida mais prazerosa assente no envolvimento e na partilha. Se não extrairmos o medo, as máscaras colam-se ao rosto e passamos a desconfiar de tudo e todos, como se estivéssemos numa selva hostil e inóspita.

Nós Lunares no Eixo Gémeos/Sagitário – o conhecimento e a comunicação com os demais liberta-nos e dá sentido às nossas vidas.

Sol/Úrano – integrar uma real identidade que é nossa e que pede uma grande transformação de valores pessoais/relacionais presentes no eixo de Escorpião/Touro. Possamos largar o velho e aquilo que já não faz sentido nas nossas vidas, para que outros valores se alevantem.

Aguardemos o renascimento em Sagitário mas atenção a Novembro, um mês forte em todos os sentidos!

Uma civilização que ainda vive o tabu da morte não está pronta a renascer! L.R Lx 1-11-20




Featured Posts
Recent Posts